Para a minha miúda

Ontem foi o teu dia. O dia 16 de Março. O dia em que há 8 anos eu rejubilava por ter uma irmãzinha. Ainda rejubilo e agradeço todos os dias a graça de ter uma irmã como tu. A minha irmãzinha, a minha miúda. Aquela a quem aturei birras, que adormeci, que fui buscar à escola, que ajudei a fazer os trabalhos de casa, que foi minha compincha nas brincadeiras e malandrices, que foi e é a pessoa mais importante da minha vida. 
Obrigada mana.
Cresces a cada dia que passa e já estás maior que eu, mas o meu amor por ti não pára de crescer. É um orgulho imenso ver-te crescer como pessoa, ver que estás a ficar crescida e que tens uma personalidade muito diferente da minha mas mesmo assim somos inseparáveis apesar da distância física que nos separa.
Este ano vai ser um ano de mudança, um ano de salto em crescimento, de mudança de escola e de um novo momento decisivo para o teu futuro. Eu estarei aqui. Sempre. 
Amo-te muito manuxa!*




Comentários

Mensagens populares deste blogue

... uma história bonita tem sempre pessoas reais

Festival da Canção, a minha crónica