A Queima é em Coimbra, o resto são fitas!

Como antiga estudante da cidade de Lisboa, a tradição académica nunca foi prioridade e nunca teve o significado que Coimbra já começa a ter para mim... Coimbra é de facto uma lição de sonho e tradição! 
Vivi ontem o meu primeiro cortejo da queima das fitas e o que é para uns o cortejo não é para outros... a tradição dos carros de cada curso fazendo uma crítica social e política, os alunos fitados, os alunos cartolados, os alunos de primeiro ano, as famílias, a televisão... tudo isto faz parte, inclusive o álcool, essa é a parte que considero mais triste de toda a festa, não que não nos devamos divertir, mas para tudo há limites e convenhamos que muitos estudantes não sabem definir limites e confesso que é degradante o cenário final em alguns casos... Dou um imenso valor aos profissionais da Cruz Vermelha, enfermeiros, médicos voluntários e tantos outros que ajudam a minimizar os estados de alcoolemia de alguns estudantes.  
Mas festa é festa e a tradição de Coimbra é a mais bonita do país! 
É um orgulho poder estudar nesta cidade e vestir o traje académico!

Uma vez Coimbra, para sempre saudade!*


Comentários

Mensagens populares deste blogue

... uma história bonita tem sempre pessoas reais

Festival da Canção, a minha crónica