Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2017

... uma história bonita tem sempre pessoas reais

Hoje escrevo-vos de coração cheio uma história que cruzou a minha história e a história de uma pessoa muito especial, a M... se acharem a história muito romantizada não o é, é real e não se encontram em livros do Pedro Chagas Freitas ou da Margarida Rebelo Pinto porque as histórias reais são mais bonitas, atravessam o imaginário e vivem-se no verdadeiro sentido da palavra.

Tudo começa nos corredores da Escola de Música do Conservatório Nacional, onde estudei durante praticamente quatro bonitos anos da minha vida. Pelos corredores ouvia-se música que ecoava das salas, violinos, harpas, trompetes, pianos e no corredor de canto, vozes líricas em construção. Mas nesses corredores entre quadros que eram verdadeiras relíquias também se partilhavam angústias, sonhos, brincadeiras e histórias... um dia, uns colegas alunos de uma professora que não era a minha falaram-me da filha desta e descreviam-na como alguém que irradiava luz, uma menina que era Surda, que tinha entrado no curso de Medic…

...de volta e capaz de mais.

Imagem
Estou de volta à blogosfera.
Quem conhece o meu blogue de culinária já terá lido alguns motivos da minha ausência durante cerca de um ano. Não sinto que deva enumerar as razões da minha ausência, porque foram um conjunto de vários factores. A verdade é que o meu regresso e esses mesmos motivos se irão revelando com o tempo.  A paixão pela escrita e pela partilha de momentos, de textos, de desabafos, de futilidades, de algo mais profundo, de opiniões, de piadas, de tudo e de nada falou mais alto. Senti necessidade de voltar e voltei ao blogue de culinária no final do ano passado e passado um mês senti vontade de escrever outras coisas para além da minha paixão pela cozinha e pelos cozinhados. A Internet tem coisas más, todos sabemos. Também sei que muita gente virá aqui apenas porque me conhece pessoalmente e sabe de quem é blogue. Se vierem com o intuito de me achincalhar ou saber da minha vida pessoal e mais intima, não voltem. Não serão felizes se vierem cá com esse objectivo porque…