Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2015

O meu fim-de-semana...

Imagem
...vai ser assim. A aprender a conjugar o verbo estudar desde 1998. Vida de estudante não é fácil.

O estudo, a sesta, a semana...

Imagem
Descobri esta semana que as minhas ligeiras dores de cabeça tinham uma razão: falta de auxiliares oculares. Saber isto na semana antes dos meus dois exames de melhoria e na semana derradeira de estudo não foi muito positivo, principalmente depois de saber que estava realmente a ver mal do olho esquerdo. Nunca pensei que pudesse estar míope e com estigmatismo. Julguei que era algum cansaço e que precisasse de uns óculos de descanso... estava enganada.  A ideia de usar óculos não me desagrada porque já usei durante uns anos, e na fase crítica de crescimento, e nunca tive problemas... só queria era que eles já estivessem prontos.  Estas dorezitas de cabeça não me largam e o Ben-U-Ron tem sido o meu melhor amigo, mas hoje com este tempo chuvoso e triste, depois de almoço fui dormir uma sesta... e que bem que me soube! Não consegui sair da cama e hoje acho que aprendi de facto que eu se ficar em casa o meu estudo não é tão produtivo...




Estou no bom caminho...

Imagem
... para continuar.

Ando a descobrir o fado...

... e a beleza do nosso património musical.

Hoje descobri como também me identifico com o fado e nomeadamente com três fadistas que considero muito especiais. Numa altura em que os fadistas nascem tal qual erva num jardim, estas três fadistas são consistentes, têm vozes lindíssimas e vivem, cantam e sentem o fado como ninguém. Falo da Katia Guerreiro, da Ana Moura e da Gisela João. As minhas preferidas neste momento. É claro que posso sempre citar Jorge Fernando e Camané no masculino, e até acrescentar a Carminho e a Mariza. Mas perdoem-me... estou apaixonada pelo meu trio e hoje não parei de ouvir as suas músicas.  Deixo aqui três músicas, uma de cada uma, das que gosto mais... oiçam porque vale a pena! :)


o estudo (saga) continua... InstaWeek

Imagem
... manter a calma no início do ano e no início do estudo é sempre importante.

o primeiro dia, aquele em que começas com todo o entusiasmo.

Passeios do início do ano.  Óbidos. Vila Natal. Vila do coração.

Segundo dia de estudo, quinto dia do ano e eu constipada. Nada melhor. Mas sempre em bom...até nos lenços!

Tenho as melhores amigas e as melhores colegas de casa. Até em lenços ranhosos elas escrevem.

Inspiração.  Fim-de-semana. Casa.  Praia da Areia Branca.

Breve? Há mais de 7 dias a estudá-la. Viva a brevidade da história.

A parte boa do estudo.  A companhia e os bons cafés  ...que se transformam em bibliotecas no mês de Janeiro aqui em Coimbra.

Saga Study: Parte Livraria Almedina. O melhor local de estudo.

Viagens chuvosas de autocarro até casa.

Passeios de fim-de-semana.

O orgulho da terrinha. Pastéis de aguardente  DOC da Lourinhã.

Gulodices de fim-de-semana.

O desespero. O pânico. O cansaço. Tudo.

Biblioteca da escola. Quando tens saudades das aulas e preferias não ter exames.

Ando a ouvir muita rádio...

... quando há uns dias li um post da S* achei que deveria escrever qualquer coisa sobre o assunto porque de facto nos últimos tempos as rádios mais ouvidas do nosso país têm mudado bastante o tipo de música que passam.  E isto tudo a propósito de o Mickael Carreira, filho do senhor Carreira que enche todo um Pavilhão Atlântico (para mim continua a ter esse nome, quando me refiro a ele como Meo Arena tenho a sensação de que vou ver uma tourada) e que arrasta milhares de senhoras e meninas, ter finalmente uma das suas músicas a solo a passar em grandes rádios como a RFM.  Confesso que apesar de ter estudado e estudar música erudita não sou nada preconceituosa e no meu carro há muito que a RFM é uma das rádios de eleição, mas convenhamos que a música anda a mudar e acho que desde que começaram a passar Anselmo Raph (com quem comecei a simpatizar desde o The Voice, como pessoa, apesar de achar que ele até tem bastante mérito em relação às letras que escreve, a música não é de facto o que…

Quando queres ler por prazer...

Imagem
... e estás tão cansada que já não consegues ler mais do que aquilo que tens que ler por obrigação.

No início deste ano prometi a mim mesma que iria ler um livro todos os meses por prazer e juro que estou a fazer um esforço enorme, até porque achei que este mês seria fácil ter tempo para isso porque não tinha aulas.  Enganei-me. Redondamente. Já comecei a ler dois livros... comecei com um grandinho... vi que não iria ter tempo porque andava muito cansada com quase 10 horas de estudo por dia.  Mudei de livro.  Continuo sem tempo, ou à noite quando vou ler fico com sono.  Contem-me... qual é o vosso truque? quando e onde leêm? No autocarro, no metro, na cama, no sofá? à noite, ao pequeno almoço, à hora do chá?  Quero muito voltar aos meus hábitos de leitura antigos, até porque tenho imensos livros para ler e quero muito lê-los, mas não sei como... queria aprender a gerir melhor o meu tempo, mas às vezes dormir 7 horas já é uma bênção. Acho que este fim-de-semana vou uma manhã inteira pa…

Ontem, hoje, amanhã, depois de amanhã...

Imagem
... a semana toda nisto. #cansadadeestudarparafazermelhorias

Pensamento para esta semana!

Imagem

Deus é amor.

Depois do massacre de ontem em Paris, eu fui, como sempre, à missa das quartas-feiras no Instituto Universitário Justiça e Paz.  Rezei pelas famílias da vítimas. Como pode o mundo ser tão cruel? E como podemos nós ter opiniões como a do apresentador Gustavo Santos? Uma pessoa que supostamente se diz "life coach"... Só os mais inteligentes e tolerantes em relação à diferença seja ela racial, religiosa, etc. sabem interpretar o humor de forma positiva. A vida é tão efémera...para quê perder tempo em guerras, atentados e revoltas em vez de nos respeitarmos mutuamente? Saber viver é também saber brincar e rir de nós mesmos e dos outros sem qualquer tipo de maldade inerente. O Gustavo Santos foi de facto muito infeliz no que disse mas ainda bem que vivemos num país onde todos podemos expressar a nossa opinião com total liberdade.  A reflexão da Eucaristia tocou-me profundamente... e por isso partilho convosco.  Porque Deus é amor... 
«A única lição que os homens precisam de aprender…

... do MEC.

"Num momento, num olhar, o coração apanha-se para sempre.  Ama-se alguém.  Por muito longe, por muito difícil, por muito desesperadamente.  O coração guarda o que se nos escapa das mãos.  E durante o dia e durante a vida, quando não está lá quem se ama, não é ela que nos acompanha – é o nosso amor,  o amor que se lhe tem."
Miguel Esteves Cardoso

Coisas que gostava de entender mas não consigo #1

Estava a fazer zapping, parei na SIC e fiquei com pena da intérprete de LGP que estava a interpretar uma música altamente "rafeira" do Saúl que continua com cara e corpo de miúdo mas com músicas igualmente inconvenientes e ao estilo pimba-atrevido-a-roçar-o-grosseiro.
02/01/2015

Feliz ano novo!

Imagem
*É a entrada no novo ano que decidimos fazer um balanço do ano velho e retirar o que de bom tivemos e aprender com o que aconteceu de menos positivo.  O ano que passou foi um ano com duas valências.  Aprendi no primeiro semestre a sofrer e a dar a volta à minha vida sozinha, apenas com as indicações dos que realmente me amam. Percebi nessa altura quem eram verdadeiramente os meus amigos e percebi que tenho uma família a meu lado, compreensíveis e cooperantes perante todas as decisões que tome para a vida mesmo que não concordem em absoluto com elas. No segundo semestre do ano deu-se a maior e mais feliz mudança de rumo que tomei na minha vida. Talvez a segunda maior mas a mais significativa.  Mudei de cidade, de curso e de forma como olho para a minha vida, para os outros e para os meus objectivos em relação ao futuro. Sou feliz e gosto de fazer os outros felizes é só isto o que vos desejo para este novo ano! Por aqui espero partilhar leituras, música, pensamentos, desabafos e algum …