Tudo tem um início...

... e por isso mesmo começo este blogue num novo início na minha vida. Depois de quatro anos em Lisboa decidi vir estudar para Coimbra e ser caloira mais uma vez. Aliada à paixão pela escrita e depois de há relativamente pouco tempo ter criado um blogue de culinária com a minha irmã, decidi criar um novo espaço de partilha das minhas vivências, opiniões, gostos e tudo o que no fundo faz a vida valer a pena. 
Depois de já ter sido autora de blogues como o "Idealizo, logo escrevo" ou o "Estou bem onde não estou..." crio este blogue de seu nome "Alma, dinamismo e convicção" e porquê este nome? Tem uma resposta muito simples, e apenas se deve a uma das melhores experiências que tive ao longo da vida: a praxe, ou mais concretamente, a semana de recepção da minha escola. Foi com estas três palavras que nos receberam a nós, caloiros, na Escola Superior de Educação de Coimbra e será com certeza com estas palavras que me continuarei a reger durante os anos que aqui ficar... e para mim estas palavras têm muitos significados, mas estes serão uns desses significados que lhes poderemos atribuir.
Alma: para além de ser a única parte de nós que nunca morrerá, e eu acredito plenamente nisso, é também a nossa índole, aquilo que colocamos ou devemos colocar em tudo o que fazemos.
Dinamismo: a capacidade de querermos chegar mais longe, de aprender sempre mais e de ter sede de sabedoria e conhecimento, de nunca estar parado.
Convicção: certeza daquilo em que acreditamos, daquilo em que queremos acreditar, daquilo em que queremos fazer.
E é assim que termino este meu primeiro texto no meu novo espaço de reflexão e partilha. Mais se seguirão, pelo menos assim espero.


Comentários

  1. E cá estou eu para te receber novamente neste mundo e acompanhar-te nesta nova etapa da tua vida. É bom voltar a ter noticias tuas por aqui :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tinha saudades Ana :') e é tão bom estar de volta!
      Beijinhos

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

... uma história bonita tem sempre pessoas reais

Festival da Canção, a minha crónica